Alexandre Santos é engenheiro e escritor. Preside o Clube de Engenharia de Pernambuco e a Associação Brasileira de Engenheiros Escritores, presidiu a União Brasileira de Escritores e faz a coordenação nacional da Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural. Autor premiado com livros publicados no Brasil e no exterior, Alexandre é o editor geral do semanário cultural ‘A voz do escritor’ e diretor-geral do canal ‘Arte Agora’.

Alguns números do desastre Bolsonaro

O governo Bolsonaro é uma lástima. Na realidade, o sentimento que abate o brasileiro não decorre apenas de fatores subjetivos associados ao jeito-Bolsonaro-de-ser que contamina a gestão pública e, por uma espécie de osmose, [contamina] seguimentos relevantes da sociedade brasileira. Há fatores objetivos que justificam a atual tristeza dos brasileiros e, por mais intensas que…

Dirigentes toscos desconhecem a importância da cultura

O governo que não trata a ciência, a tecnologia, a arte e a cultura como elementos estratégicos do desenvolvimento não pode ser considerado ‘um governo preocupado com as próximas gerações’. É isso que acontece com os governos obtusos, aqueles que são liderados por ogros oligofrênicos. Aliás, o gosto pelas artes e pelas ciências pode ser…

A diplomacia do Ogro

Que o Brasil vem sendo governado por pessoa despreparada para o exercício da presidência da república todos sabem. O modo arrogante, truculento, ignorante, boçal e preconceituoso, que compõe um mix já conhecido como o ‘jeito Bolsonaro de ser’, vem causando prejuízos de todas as naturezas ao povo brasileiro e ao País, inclusive à sua imagem…

Um governo de tarados

Com carreira politica associada a valores ultraconservadores e desvios de conduta (como a notória misoginia e a zoofilia eventual por ele admitida em entrevista ocorrida há tempos), Jair Bolsonaro fez escola e, naturalmente, ampliou seu campo de influência ao chegar à presidência da república. Vale dizer que, a depender da sua índole, a influência do…